Fórum Internacional da Amazônia

Amapá apresenta programas habitacionais no Fórum Internacional da Amazônia

O plano governamental de requalificação e integração de espaços urbanos  degradados, por meio do estudo de caso do incêndio que destruiu 250 casas e  desabrigou quase 400 famílias no bairro Perpétuo Socorro, em 2013, foi  apresentado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento das Cidades no  Fórum Internacional sobre a Amazônia, realizado de 6 a 9 de junho na  Universidade de Brasília.

A equipe da Coordenaria de Políticas Habitacionais da SDC mostrou como o  Governo do Amapá está discutindo e tratando a problemática da habitação em  áreas de degradação e subnormais sob uma perspectiva orgânica, visando a  vida da comunidade e da sociedade integrada.

”Conseguimos mostrar que estamos dialogando com o Plano Plurianual do  Estado que, por sua vez, está em concordância com os Objetivos de  Desenvolvimento Sustentável [Agenda 2030]. O governo do Estado está  pensando em cidades inclusivas e com o princípio da moradia digna”, frisou  Elaine Santos, coordenadora de Políticas Habitacionais da Secretaria das  Cidades.

O projeto do governo tem a intenção de construir habitações dignas, com  saneamento, água potável, mobilidade, acessibilidade, áreas verdes e  equipamentos públicos. “Não nos limitamos ao sinistro, mas mostramos em  nossa apresentação um olhar amplo da Secretaria das Cidades e inserimos uma  área maior a ser alcançada no Amapá, que ainda espera de ações do poder  público e que vivem todos os dias na iminência de ocorrer outro sinistro  como o de 2013”, disse Adailson Bartolomeu, gerente do Núcleo de Apoio e  Desenvolvimento de Projetos da SDC.

Os técnicos acreditam que oportunidade dada ao Amapá no Fórum Internacional  da Amazônia é única, e discutir o direito a cidades igualitárias é  fundamental. “Mostramos o que estamos fazendo no Amapá e até mesmo tentando  dentro de nossa realidade, partindo de um sonho coletivo”, pontuou Rojane  Martel, gerente do Núcleo de Elaboração de Projetos Técnico-Sociais da  Secretaria de Desenvolvimento das Cidades.

Fonte: Diário do Amapá

Publicações Recentes